06:56

Compre minhas palavras

Se eu pudesse escrever o que eu sinto sobre a futilidade do mundo, eu o faria utilizando uma caneta Bic™ ponta fina, porque nada escreve como ela. Entretanto, a era das canetas já passou, hoje em dia eu preciso escrever que o mundo é fútil utilizando um teclado Goldship ™, que esteja conectado a um computador Intel™ Pentium™ sei lá quanto, isso, claro, sendo exibido num monitor LCD da Samsung™.

Chateado com tanta marca, eu me desconecto da minha internet supersônica, movida por um modem da Motorola™, e ligo a minha TV de tela plana da LG™ para assistir qualquer coisa. É quando eu sou bombardeado pelas marcas. É quando EU™ viro uma marca. Michael Jackson™ morreu deixando para trás milhões em herança e dívidas. Barack Obama™ visita o Iraque™. Ronaldo™ faz mais um.

As marcas secundárias já não tem o mesmo valor. O pobre que foi arrastado pela enchente não teve a menor chance de escapar com Vida™, Vida™ não é pra qualquer um. Todo mundo já está meio cansado disso, ninguém consegue viver em Paz™, na verdade, ainda não dá pra nós pagarmos pela Paz™. Mas não há motivo para preocupação, nós não vamos ficar fora de moda, há coisas que são baratinhas, nós podemos encontrar em liquidação.

Medo™ está uma bagatela, e você tem que ter, todo mundo tem, se você não tiver medo, você não é ninguém. Dor™ também está em alta, está fazendo sucesso entra as clases mais baixas. Morte™ já foi devidamente disseminada, não se preocupe, a sociedade fará sua parte, se você ainda não conseguiu sua Morte™ mais cedo ou mais tarde você chega lá.

3 comentários:

Filipe disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk, meu irmão... tais fumando maconha é?! num use drogas não! faz mal

Fábio Nobre disse...

Você está me ofendendo, seu crápula!!! Kkkkkkkkk

Maconha™

Marluce disse...

será que eu não posso escapar desta ultima?